Como regular sua colheitadeira de grãos para colher milho

Regular a colheitadeira com frequência é um passo importante da manutenção da ferramenta. Se a máquina não estiver com a regulagem em dia, pode ocorrer grandes perdas da colheita. 

Quer aprender como regular sua colheitadeira de milho para não ter estes prejuízos? Continue lendo e saiba mais! 

Quais os sistemas internos da colheitadeira? 

Antes de aprender como regular a colheitadeira você deve aprender quais são os sistemas que precisam ser regulados. Apesar de ser uma máquina só, a colheitadeira é composta por seções diferentes que trabalham em conjunto para realizar a colheita. 

No geral, não importa a marca ou modelo, você precisa ficar de olho nas seguintes partes

Plataforma de corte 

A plataforma de corte fica na frente da máquina enquanto ela trabalha. É a primeira parte a fazer contato com a plantação e seu trabalho é simples: cortar a colheita e depositá-la no lugar apropriado. 

Dependendo do que está sendo colhido, algumas mudanças podem ser necessárias no processo. No caso do milho, de que este texto fala, também é importante notar que o primeiro passo dentro da colheita é passar pela unidade despigadora, que remove as espigas de milho da planta. 

Alimentação 

A área de alimentação é a região da máquina por onde a colheita vai para a trilha, onde o resto do processo acontece. É necessário ficar de olho nessa parte do maquinário para evitar perdas. 

Trilha, separação e limpeza 

A trilha, junto da separação e limpeza, são o conjunto de partes que separa os grãos do resto da planta usando impacto e atrito. No caso do milho, é aqui que se remove a palha e se faz a debulhação, que remove os grãos da espiga. 

Também é nessa parte do processo que a máquina usa ventiladores e peneiração para remover palhiço e outras partes indesejáveis da planta. 

Transporte e armazenamento 

Por fim, a colheita é levada para a área de armazenamento, onde fica em preparação e durante o transporte. É necessário prestar atenção na qualidade do isolamento e na contaminação e limpeza dessa área, já que, mesmo que sua colheita seja excelente, perdas por armazenamento inadequado ainda podem te afetar. 

Regulagem para milho 

Vamos trabalhar por partes, apontando as regulagens mais importantes. 

Plataforma de corte 

Na plataforma de corte, a principal regulagem de que você precisa cuidar é a das unidades despigadoras, já que se estiverem mal preparadas para o tamanho das espigas, as perdas podem ser grandes. 

Também é importante garantir que a máquina não esteja se movendo muito rápido durante a colheita. 

A velocidade, altura e posição do molinete também são importantes. É a parte da máquina que interage diretamente com a planta na hora da colheita e a maior parte das perdas acontecem aqui. 

Ter certeza de que a velocidade da peça está adequada também pode salvar muito de sua produção. 

Trilha, separação e limpeza 

Além da plataforma de corte, outra área com muitas perdas é a da trilha, separação e limpeza. A rotação do cilindro trilhador, por exemplo, pode trazer perdas mesmo dentro da máquina. Recomenda-se algo em torno de 850 rpm, mas cada máquina e cada lavoura tem particularidades que devem ser consideradas. 

O mesmo se aplica à área de debulhamento e limpeza. Espigas pequenas ou quebradas podem ter dificuldades em se encaixar na máquina adequadamente e isso resulta em perdas. 

 
A regulagem adequada da colheitadeira é essencial para evitar prejuízos, especialmente quando se lida com milho, que apresenta outras formas de perda. Compartilhe esse texto com seus amigos para que eles também aprendam sobre a regulagem! 

Visited 906 times, 1 visit(s) today

Ficou interessado? Fale com a gente!

Ative o JavaScript no seu navegador para preencher este formulário.

CONTEÚDO RELACIONADO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *